1 de mar de 2011

Chá Verde

NOME CIENTÍFICO: Camellia sinensis

NOMES POPULARES: chá, chá-preto, chá-da-índia, black tea, green tea.

As folhas jovens e brotos foliares são apresentados comercialmente como “chá-verde”, produzido por dessecação das folhas sem fermentação, ou “chá-preto”, produzido por dessecação após fermentação parcial. É usado, principalmente, como bebida estimulante de modo semelhante ao café, o guaraná e o mate. Compressas de chá-preto têm sido recomendadas para o tratamento de problemas da pele, aliviando a inflamação e o prurido. Outras ações farmacológicas registradas, compreendem a inibição do principal agente causador da cárie dentária, Streptococcus mutans, a atividade antialérgica, anticancerígena, anti-úlcera, além de fazer baixar o colesterol do sangue. Vale ressaltar ainda sua ação preventiva e curativa nas diarréias causadas por rotavirus. Segundo a literatura, o uso do chá diminui a incidência de câncer no aparelho gastrointestinal. Sua composição química compreende: cafeína, óleo essencial, saponinas, galotaninos, flavonóides e pró-antocianidinas.

Intoxicação caracterizada por excitação do sistema nervoso, taquicardia, convulsões, delírio e dor de cabeça ocorrem com o uso de doses excessivas. Pessoas com problemas cardíacos devem evitar beber chá por causa de sua ação sobre o coração, a circulação e a respiração.

LORENZI, Harri; MATTOS, João Roberto Loureiro. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas. Nova Odessa: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2008. 544p.

Nenhum comentário:

Postar um comentário